Soul – Que animação maravilhosa

Anúncios

Recentemente, a Pixar nos deu de presente ‘Soul’, pois foi lançado no Disney Plus, no dia 25 de dezembro de 2020 (No Brasil, saiu no dia 7 de Janeiro de 2020). Se o presente foi bom ou não… Veremos mais detalhadamente; contudo, posso dar uma pista, é um longa marcante.

Antes de descrever o motivo de ser marcante… A obra “stream-matográfica” foi dirigido e roteirizado por Pete Docter (Toy Story 4 e Divertidamente) e Kemp Powers; ademais, estrelados por Jamie Foxx (Baby Driver) e Tina Fey (Megamente).

A sinopse do filme: Joe Gardner (Jamie Foxx) é um professor de música, que está indo atrás do seu sonho; contudo, algo trágico acontece. Não aceitando o que houve, ele faz de tudo para voltar ao seu corpo, porém, no meio do processo para retornar ao corpo, conhece o 22 (Tina Fey), e a partir desse ponto, os dois passarões por uma jornada benéfica, onde irão visualizar a vida com outras visões.

Observando a sinopse da animação, é observável que os realizadores fizeram o longa-metragem, com coração e vontade, porque para criar uma história e narrativa boa, tem que ter prazer no que faz ou executar aquilo dando o melhor, e isso é visível, pois se houvesse alguma coisa fora de sintonia, as chances de tirar você do ambiente do filme, seria grande. Então felizmente, a narrativa é muito boa. Ademais, o que engrandece o longa-metragem é o tema e subtemas. Qual é o sentido da vida? Isso é apenas uma das questões levantadas; é claro que somente os adultos irão captar, contudo, ainda sim é um filme para criança, pois tem elementos que atraem olhares para si, como cores saturadas, personagens fofos, animal que fala… Então é um filme para criança também.

Aproveitando… Outro ponto que demonstra que a animação foi feita com carinho, é a própria animação. O jeito de ser dos personagens foram bem trabalhados. A parte gráfica da obra está fenomenal, tudo faz sentido, nada é jogado fora; o que você vê na tela, faz parte de um todo. As trilhas sonoras também fazem parte de um todo; por meio do som, vem à tona as emoções dos indivíduos, o que torna ainda mais cativante os momentos. O mesmo elogio serve para a dublagem, pois graças aos profissionais que deram voz para os personagens fictícios, a obra tornou-se mais qualitativa, devido à atuação vocal dar mais ênfase para os indivíduos metafóricos.

Ou seja, Soul é uma das grandes animações, que a Pixar desenvolveu; por causa das qualidades, o longa fica ao lado das grandes obras cinematográficas, produzidos pelo estúdio, como por exemplo: Os Incríveis e a franquia Toy Story.

Anúncios

Autor: Evandro Canuto de Sa

Olá, como estão leitores, todos ótimos? Acredito que estão. - Revelando [um pouco] o meu ser, eu nasci no ano de 1999, na cidade de Bauru-SP. Atualmente, estou cursando jornalismo, um curso que está ligado aos meus hobbies e amo jogar. Ademais, gosto e muito de aprender, pois quanto mais conhecimentos, novas portas são abertas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s