Homem de Ferro e as cores

Anúncios

No ano 2008, Marvel Studios introduzia o universo cinematográfico com o gênio, bilionário, playboy e filantropo, Homem de Ferro (Tony Stark). Desde princípio, o filme exibe aos poucos, o ego do personagem; resumidamente, é egocêntrico. Após a demonstração do indivíduo fictício, Tony é sequestrado por um grupo terrorista, e a partir desse ponto, o desejo de salvar o mundo com as próprias mãos, cresce; permitindo que abuse da sua genialidade para criar a primeira armadura.

Quando Tony constrói a primeira armadura, a coloração do traje é cinza (Homenageando a primeira aparição nos quadrinhos); – o que torna interessante, é quando relaciona a cor do traje com a teoria das cores, baseado no livro do Max Luscher, denominado “O teste das cores de Luscher”. De acordo com Max Luscher (1969, pág.54), cinza é uma coloração que demonstra neutralidade, isento de qualquer estímulo externo de si, ou, tendência psicológica. É notável que o objetivo de Tony naquela ocasião, era escapar; não importa o que sucedia, era fugir ou morrer. Felizmente, a teoria realizada pelo Max Luscher, combina com o desenrolar introdutório do filme, confirmando o estado emocional do herói na situação presenciada, naquele momento (Escapando do sequestro terrorista).

Durante o longa-metragem, Tony Stark inova o traje, chamando-lhe Mark III; ele manda JARVIS colorir a armadura com a cor vermelha e amarela. Conjuntamente, Max Luscher (1969, pág.62) cita que o vermelho, é uma cor de excitação, impulsividade, “querer ser o primeiro”. O que foi citado demonstra concordantemente, a particularidade do Tony querer salvar o mundo de forma impulsiva, sem pensar nas consequências que advirão. A armadura possui duas cores, primário e secundário, vermelho e amarelo; – o vermelho já foi descrito, – o amarelo, segundo Max Luscher (1969, pág.64-65), retém o significado de brilhantismo espiritual e pessoal. O tom amarelado, contém características do vermelho, porém, a pintura (Para especificar, amarelo) carrega alegria e prazer; isso transmite que o Tony, gosta do que faz.

É visível que Tony Stark é egocêntrico, contudo, perante a “investigação das cores”, é esclarecido que: Tony gosta do que faz (Proteger a Terra, para tornar o mundo mais seguro); e a escolha das cores, concede que o figurão tenha direito de dizer que é herói e o verdadeiro Homem de Ferro (“I am Iron Man”), pois, conjuntos de cores roboram que a armadura faz parte do seu “eu”.

Referência(s)

LUSCHER, MAX; SCOTT, IAN A.; O teste das cores de Luscher. Nova York. Editora Renes. 1969. 192p.

Anúncios

Autor: Evandro Canuto de Sa

Olá, como estão leitores críticos ? Revelando (Pouco) o meu ser, eu nasci em 1999, na cidade de Bauru-SP. - O que levou eu criar esse site, foi pelo gostar de escrever textos que estimulam, o senso crítico e criatividade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s