Abominável

Anúncios

Criar animação memorável no quesito história, narrativa, momentos engraçados, etc., não é fácil, pois exige dedicação e inteligência dos profissionais, para entregar uma obra marcante. No caso do longa-metragem ‘Abominável’, que é dirigida e escrita por Jill Culton (Monstros S.A; O bicho Vai Pegar), estrelados por Chloe Bennet (Agentes da S.H.I.E.L.D.), Tenzing Norgay Trainor, Albert Tsai e Sarah Paulson (Vidro); é bom, mas poderia ser melhor, pois é um filme raso em alguns pontos, especificamente na narrativa, contudo a parte técnica, tem os seus méritos.

Antes de justificar os pontos positivos e negativos, é necessário que seja demonstrado o resumo da história. – Após alguns dias de o bicho escapar de um laboratório científico e se esconder, é encontrado pela Yi. Dias passaram e confiante demais, o animal realiza um comportamento que chama atenção do grupo de pesquisadores que capturaram. Para ajudar o animal, Yi e seus amigos (Jin e Peng) resolvem levar o Yeti para o seu habitat.

Observando o parágrafo anterior, é notório que a história é fraca. Infelizmente, a roteirista falhou, pois perdeu muitas chances de criar contos legais, e não aproveitando as oportunidades, historicamente, impediu que a obra cinematográfica tivesse característica própria. Outro ponto que deve ser mencionado, é o desenvolvimento da novela principal. Novamente e mais uma vez, perde brechas para dar camadas para os personagens apresentados devido à pressa; por causa da pressa, o filme é muito acelerado e isso afeta duramente o longa-metragem, impedindo de ser mais do que poderia ser.

Contudo, felizmente, o filme não é ruim em todos os aspectos; mesmo tendo defeitos, a obra cinematográfica é linda. A animação do ‘Abominável’ é de “tirar o fôlego”, porque é muito cativante, e as cores bem saturadas permite que o filme tenha personalidade. A parte técnica da animação é sensacional; o trabalho do Rupert Gregson-Willians (Responsável pela Trilha Sonora) é fenomenal, as cenas que possuem músicas ou sons de fundo são excelentes; Jill Culton errou em alguns tópicos, mas ela merece ser reconhecida pelo desempenho com as câmeras, levando para a tela belos ‘frames (Imagens).

Anúncios

Autor: Evandro Canuto de Sa

Olá, como estão leitores críticos ? Revelando (Pouco) o meu ser, eu nasci em 1999, na cidade de Bauru-SP. - O que levou eu criar esse site, foi pelo gostar de escrever textos que estimulam, o senso crítico e criatividade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s