O doce do sonho

Cama,
Que lugar, pois,
Observando o teto,
Ela me acolhe.

Me acolhendo,
Ela me deixa quente,
Deixando a minha alma,
Vagar na minha mente.

Graças a mente,
Fui ao espaço.
Apreciando a beleza das estrelas,
Vi a beleza em mim,
Brilhando como Sol,
Como o Sol brilha a mim.

Navegando pelo universo,
Fui sugado misteriosamente.
Quando abri os olhos,
Estava na cama,
Olhando para o teto,
Pensando, que sonho.
Anúncios

Autor: Evandro Canuto de Sa

Olá, como estão leitores críticos ? Revelando (Pouco) o meu ser, eu nasci em 1999, na cidade de Bauru-SP. - O que levou eu criar esse site, foi pelo gostar de escrever textos que estimulam, o senso crítico e criatividade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s